INSCRIÇÕES PARA O IV CONGRESSO DA ABRAPEM

Para acessar o formulário de inscrição do IV Congresso da ABRAPEM clique aqui.

Para acessar as informações sobre as inscrições do IV congresso da ABRAPEM clique aqui

ABRAPEM 2016 – Submissões Aprovadas para Comunicações, Pôsteres e Apresentações Artísticas e Recitais-Confererência

TODOS os autores (inclusive coautores) devem estar inscritos no evento até 15 de junho. 

Os autores de Comunicações, Pôsteres e Recitais-Conferência devem enviar a versão final dos textos até 05 de junho ou seus trabalhos não constarão nos anais, ainda que aprovados.

ABRAPEM 2016 – Submissões Aprovadas para Comunicação de Pesquisa

 

COMUNICAÇÕES 1º Autor Parecer FINAL
1. Interações entre compositores e intérpretes nas obras para trompete: um relato histórico Pedro Azevedo Aprovado
2. Panorama da Música Brasileira para Trompete sem Acompanhamento Maico Lopes

 

Aprovado
3. Algumas considerações sobre o conjunto na prática de quarteto de cordas Adonhiran Reis Aprovado
4. O contrabaixo e a mimese do tambor Maria Clara Bastos Aprovado
5. Reflexões Sobre o Ensino de Violoncelo na Classe do Professor Matias de Oliveira Pinto na Universidade de Münster Fabio Soren Presgrave Aprovado
6. Metalosfera de Almeida Prado – aspectos composicionais e idiomáticos Robson Alexandre de Nadai Aprovado
7. As aulas de prática instrumental: uma possível conexão entre a academia e a tradição oral da música popular José Alexandre Carvalho Aprovado
8. Concerto para Piano e Orquestra de Ronaldo Miranda: construção de uma interpretação Laura Umbelino Aprovado
9. Les nuits brésiliennes – álbum para canto e piano do compositor José Amat Poliana Alves Aprovado
10. Ciclos graduais e improvisação aplicados a bateria com suporte tecnológico Cleber Campos Aprovado
11. Linguagem e enunciação: direcionamentos para a performance musical Felipe Marques de Mello Aprovado
12. Desafios do professor artista na universidade brasileira Daniel Lemos Aprovado
13. O ensino do repertório contemporâneo para piano: justificativas, desafios e estratégias Maria Helena Del Pozzo Aprovado
14. A obra para piano de Vieira Brandão e a Intertextualidade Mauren Frey Aprovado
15. London Carapé de Agustín Barrios: algumas questões contextuais e métricas Carlos Alfeu Aprovado
16. O processo de preparação e execução de I’vo piangendo i miei passati tempi do Musica Spirituale, libro primo Daniela Lino Aprovado
17. Psicologia da Gestalt: elaboração discursiva do prelúdio da BWV-997 de J. S. Bach Felipe Marques de Mello Aprovado
18. Considerações sobre o uso do Latim no repertório sacro tradicional de São João del-Rei, MG Edilson Rocha Aprovado
19. Possíveis interações de habilidades musicais aprendidas nas práticas da música erudita e popular em alunos e professores do curso de música da UFSJ Antonio Carlos Guimarães Aprovado*
20. Vela ao vento: o violão de Caymmi nas canções praieiras Gustavo Infante Aprovado*
21. “Um a Zero” de Pixinguinha: uma compreensão interpretativa

a partir da ideia de um choro programático

Paulo Vinícius Amado Aprovado*
22. A expressividade no Choro: um estudo de “Ingênuo” de Pixinguinha sob a ótica da teoria do Note Grouping de James M. Thurmond Paulo Vinícius Amado Aprovado
23. A Avaliação da Performance no Contexto Orquestral: a seleção de instrumentistas César Diniz Aprovado*
24. Adaptação dos musicais norte-americanos e ingleses para os palcos brasileiros Adriana Barea Aprovado
25. Belting e o canto lírico: breve comparação entre técnicas vocais Adriana Barea Aprovado
26. Por uma pedagogia vocal somática André Estevez Aprovado
27. A concepção de Samba presente na linha de Itiberê Zwarg na música “Ginga Carioca” Ramón Del Pino Aprovado
28. Indução de estado de fluxo em performance musical: conclusões preliminares a partir de testes-piloto Abel Rocha Aprovado
29. Construção cênica de Malambo de Salvador Amato e reflexos para uma edição de performance Rodrigo Olivárez Aprovado
30. Abordagem violinística e pedagógica de produção sonora: cinco propriedades técnicas do arco aplicadas em três métodos de iniciação ao violino (pôster) Gina Reinert Umstead Aprovado
31. Aplicação pedagógica dos Nuevos Estudios Sencillos na obra La Ciudad de las Columnas, de Leo Brouwer Claryssa Pádua Aprovado
32. Duo de violões: reflexões sobre poética interpretativa, repertório e digitação Helder Pinheiro Aprovado
33. O processo de transcrição da peça pipoca de Ernesto Nazareth para violão solo André Almeida Aprovado
34. Adaptação e recriação para o violão de duas peças de Avishai Cohen Guilherme Alves Aprovado
35. Violões em duetos do Choro: as relações entre as baixarias do violão de 7 cordas e as baixarias do violão de 6 cordas Lucas de Campos Aprovado
36. O processo de revisão de três movimentos da Suíte Chaves, para violão solo, de Marcelo Rauta Renan Colombo Simões Aprovado

ABRAPEM 2016 – Submissões Aprovadas para POSTER

 

PÔSTERES 1º Autor Parecer FINAL
1. Pilates para trompistas: contribuições para uma performance mais saudável Josely Saldanha Aprovado
2. Atividades de pesquisa sobre prática deliberada: levantamento dos efeitos em participantes (2007-2014) Stefanie Freitas Aprovado
3. O Uso da Internet para a Aprendizagem Musical na Banda de Música Escolar Luis Antonio Braga Aprovado
4. O Curso de Interpretação de Vera Janacopoulos na Escola Nacional de Música: análises preliminares Rosana Lamosa

 

Aprovado
5. Da Associação à Obra: Processo de criação e performance Angel A. Rivera Aprovado
6. A aplicabilidade dos princípios da Gestalt na música Claryssa Pádua Aprovado
7. Desvendando o Concertino para clarinete en Sib y orquesta do compositor cubano Félix Guerrero: uma edição crítica Patricia Perez Aprovado
8. Softwares musicais aplicados à performance coral Sandra Cielavin Aprovado
9. Forças D´alma: um estudo de caso sobre os padrões de Tutty Moreno e o conceito bateria melódica Dhieego Andrade Aprovado
10. Desenvolvimento de estudos para bateria a partir de melodias: estudo de caso para três músicas do repertório popular brasileiro. José Vieira Aprovado
11. Na contramão do samba-jazz: a batida diferente de Wilson das Neves Luiz Guilherme Sanita Aprovado
12. Análise textural como subsídio à construção interpretativa do Prelúdio n.1 de Claudio Santoro Suelen Ramos Alexandre Zamith Aprovado
13. Estudo sobre o uso das escalas dominante diminuta, alterada e lócrio 9M, a partir do improviso de Lula Galvão em “Candeias” Bruno Mangueira Aprovado
14. Uma compilação de excertos de música orquestral brasileira para violoncelo Adriana Holtz Aprovado*
15. O Quart-posaune e sua utilização entre o século XVI e meados do século XIX: uma contextualização na performance do trombone baixo na atualidade Fransoel Decarli Aprovado

 

* Estes trabalhos (sejam comunicações ou pôsteres) têm indicações obrigatórias em seus pareceres que precisam ser atendidas como condição para publicação nos anais do evento.

 

Os detalhes das avaliações de TODOS os trabalhos (aprovados e recusados) serão enviados pela comissão científica para o e-mail de cada autor entre 26 e 29 de maio de 2016.

 

ABRAPEM 2016 – Submissões Aprovadas para Apresentações Artísticas e Recitais-Confererência

 

APRESENTAÇÕES ARTÍSTICAS 1º Autor Parecer FINAL
1. Bass Colors – Contrabaixo e Live Electronics Ricardo Bigio Aprovado
2. Música Contemporânea para Duo de Violão Felipe Marques de Mello Aprovado
3. Miniaturas para piano de Fructuoso Vianna Daniel Vieira Aprovado
4. Música Computacional Interativa José Fornari Aprovado
5. Bandolim improvisado Victor Moreira Angeleas Aprovado
6. Dois momentos, uma suíte e quatro miniaturas para violão solo Renan Colombo Simões Aprovado
7. O violão de concerto, suas múltiplas dimensões Stanley Levi Fernandes Aprovado
8. O violão na música argentina: obras de Astor Piazolla e Carlos Aguirre Rafael Iravedra Aprovado
9. Obras e arranjos brasileiros para violão solo José Simião Severo Aprovado
10. Obra Aberta e o Android Fábio Evangelista Aprovado
11. Impermanente Movimento Isabel Porto Nogueira Aprovado
12. Interpretando Baden Powell Gustavo Santos Aprovado
13. Diminuições de madrigais para cravo Fernando Luiz Pereira Aprovado
14. A música de câmara de Heitor Villa Lobos para isntrumentos de palheta: Duo para oboé e fagote (1957) e Trio para oboé, clarineta e fagote (1921) Ravi Shankar Domingues Aprovado
15. Obras para piano e guitarra Eduardo Fernando Lobo Aprovado

 

ABRAPEM 2016 – Submissões Aprovadas para Recital-Conferência

 

RECITAIS-CONFERÊNCIA 1º Autor Parecer FINAL
1. Processos de transcrição de obras barrocas para o violão de 11 cordas: redução, complementação e criação no repertório solista de J. S. Bach Paulo César Martelli Aprovado
2. Criação e prática: o processo de ensino da performance do GTU Cláudia Caldeira Aprovado
3. A suite From the Cloud Forest de Eric Ewazen: considerações sobre a prática de piano a quatro mãos Fátima Corvisier Aprovado
4. Collaborative Peformance Aspects of Arthur Kampela’s Happy Days for flute and electronics Sarah Hornsby Aprovado
5. A questão da modernização da música popular: um olhar latino-americano Almir Côrtes Barreto Aprovado
6. Banda Aberta Ariane Stolfi Aprovado
7. Duo para oboé e fagote de Heitor Villa-Lobos: um estudo analítico para uma proposta interpretativa para o oboé Ravi S. Domingues Aprovado
8. Habanera e Malambo de Salvador Amato: criação de arranjos para contrabaixo e violão Marcos Matturro Aprovado

A pontuação das avaliações de TODOS os trabalhos (aprovados e recusados) serão enviadas pela comissão artística para o e-mail de cada autor entre 26 e 29 de maio de 2016.

IV Congresso da ABRAPEM

Campinas, SP – UNICAMP

27 a 30 de junho de 2016

O 4º Congresso da ABRAPEM será realizado de 27 a 30 de junho de 2016, na Universidade Estadual de Campinas, visando ser espaço para reflexão sobre questões pertinentes à prática, ao ensino e à pesquisa em performance musical, enfocando perspectivas e desafios dos processos criativos e pedagógicos em múltiplos contextos.

O tema central do IV Congresso, “A TRASNVERSALIDADE DA PERFORMANCE MUSICAL: APRENDIZAGENS, PROCESSOS E PRÁTICAS EM CONTEXTOS MÚLTIPLOS” busca uma aproximação entre as práticas artísticas e pedagógicas, e entre as pesquisas desenvolvidas em diferentes culturas musicais (música popular e música erudita).

Clique na aba do congresso para informações.

Performa’15 – III Congresso da ABRAPEM


A Universidade de Aveiro e o INET-MD (Instituto de Etnomusicologia – Centro de Estudos em Música e Dança) e a Associação Brasileira de Performance Musical (ABRAPEM) realizam, entre 11 e 13 de Junho de 2015, o Congresso PERFORMA’15 – Encontros de Investigação em Performance, em Aveiro, Portugal. A organização contará com a colaboração do Programa de Pós-Graduação em Música do Instituto de Artes da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Os oradores principais serão:
Prof. Marcel Cobussen, da Universidade de Leiden, Holanda (é também professor convidado no Instituto Orpheus Institute em Ghent, na Bélgica), e a Prof. Tia DeNora, da Universidade de Exeter, no Reino Unido. O PERFORMA’15 tem como objetivo apoiar e apresentar perspectivas inovadoras em investigação sobre performance musical, incentivando o diálogo interdisciplinar.

Estão abertas as inscrições para o II Congresso da ABRAPEM

Caros participantes

A inscrição deverá ser feita no site da ABRAPEM através do preenchimento de formulário eletrônico (formulário) e do envio de comprovante de depósito bancário, com indicação do nome e instituição do participante para o e-mail: abrapem@yahoo.com.br. Os inscritos na categoria estudante deverão anexar comprovante de matrícula juntamente com o comprovante de depósito bancário. Os participantes que desejarem associar-se à ABRAPEM devem seguir os procedimentos detalhados no link: https://abrapem.org/como-se-associar/

Os dados para transferência são:
 
Banco do Brasil
Agência: 3334-0
Conta corrente: 23727-2
CNPJ: 17.550.026/0001-06
Nome: Associação Brasileira de Performance Musical

Lembramos que é de fundamental importância o envio do comprovante de depósito, pois essa é a única forma de identificar que o pagamento foi realizado, posto que nos extratos do banco certas formas de depósito não vem identificadas com os dados do depositante.

Segundo Congresso da ABRAPEM

A Associação Brasileira de Performance Musical (ABRAPEM) teve a sua fundação simbólica durante o XXI Congresso da ANPPOM em Uberlândia, em 2011, e sua fundação oficial durante o XXII Congresso da ANPPOM na cidade de João Pessoa, em agosto de 2012. A ABRAPEM nasceu com a missão de fortalecer a produção artística e científica e a representação política da subárea, incentivando a prática da performance, a pesquisa e o ensino da performance musical e atuando como representante dos interesses da subárea junto às agências de fomento à pesquisa e pós-graduação. A Associação cumpre também o propósito de estimular a interação e o intercâmbio transversal entre professores, pesquisadores e profissionais da performance musical, promovendo a troca de experiências e saberes entre os diversos níveis de ensino da performance musical através da promoção de eventos científicos.

Desde a sua fundação, a ABRAPEM já promoveu o seu primeiro congresso internacional, o Performa 2013 – Encontros de Investigação em Performance, na cidade de Porto Alegre. A realização inédita deste evento criado na Universidade de Aveiro (Portugal) em solo brasileiro consistiu em um marco para a performance musical no Brasil e na América do Sul, sendo o primeiro congresso internacional inteiramente dedicado à pesquisa e à prática da performance musical. Contando com 203 participantes oriundos de 13 países e 17 estados brasileiros, o Performa 2013 lançou o tema “A Pesquisa Artística e a Performance Musical”, contribuindo para o debate acerca das pesquisas em performance musical em seu entrelaçamento com a prática artística.

O II Congresso da ABRAPEM consolida a missão da Associação de fomentar e difundir as pesquisas em performance musical e sela o seu compromisso de construir pontes entre os diversos contextos do ensino da performance musical. Nesta edição, o evento expande o seu formato já consolidado composto por conferência, mesas-redondas, sessões de comunicação de trabalhos científicos, recitais-conferência, sessões de pôsteres, apresentações artísticas e concertos para oferecer também masterclasses e cursos de curta duração. Trazendo o tema “Performance e Criatividade”, o II Congresso da ABRAPEM reúne pesquisadores renomados internacionalmente e propõe discussões e reflexões críticas em um momento no qual a performance musical lança-se à árdua, porém oportuna tarefa de construir paradigmas próprios para a nossa subárea.

A ABRAPEM expressa seu agradecimento aos convidados, pesquisadores, artistas e pedagogos, por suas inestimáveis contribuições para o evento, à Universidade Federal do Espírito Santo e à Faculdade de Música do Espírito Santo pela organização, aos autores que submeteram trabalhos e propostas artísticas, e a todos os participantes.

Dra. Catarina Leite Domenici
Associação Brasileira de Performance Musical (ABRAPEM)
Presidente (2012-2014)

ESTÃO ENCERRADAS AS INSCRIÇÕES PARA O PERFORMA 2013.